30 outubro, 2009

8°reunião do Conselho feminino da CBSK


No último sábado, 24 de Outubro, na Pista do Sumaré em São Paulo (SP) aconteceu a 7° reunião do Conselho Feminino da CBSk.
Lembrando que em 2008 foi criado o Conselho Feminino e realizadas 5 reuniões enquanto que neste ano aconteceram dois encontros.
O objetivo principal desta vez era analisar alguns dos campeonatos de Street deste ano para verificar quais ofereceram as categorias Feminino 1 e/ou 2 e assim serem válidos pelo Ranking para o programa federal Bolsa Atleta do Ministério do Esporte.
Compareceram as seguintes skatistas: Karina Bamboo de Rio das Ostras (RJ), Ruany Caroline de Caieiras (SP), Renatinha Paschini e Tatiane Marques de S. Bernardo do Campo (SP), Ligiane Xuxa, Lilian Verônica, Evelyn Leine e Fernanda Valiati de São Paulo (SP), além de Ed Scander, representando a CBSk.
Iniciando os trabalhos Ed Scander fez uma retrospectiva das seis primeiras reuniões deste conselho e o que foi decidido anteriormente.
As presentes aproveitaram a oportunidade para debater sobre a necessidade de criar a categoria Profissional Feminina e algumas sugestões foram feitas como por exemplo das skategirls profissionais competirem junto com os amadores 1.
Após muito debate alertou-se pelo problema de não haver promotores de evento ainda interessado de realizar competições com a categoria Profissional Feminina, além que mesmo os rapazes profissionais tem de viajar até cidades distantes para poderem competir, pois são raras as competições profissionais nos grandes centros.
Caso as skatistas se profissionalizarem sem um patrocinador forte para bancá-las em viagens para onde acontecem estas disputas profissionais, não consegueria viabilizar a categoria Profissional Feminina.
Ficou de discutir sobre este importante assunto nas próximas reuniões.

Quanto aos campeonatos com capacidade de valer para o Ranking do Bolsa Atleta, vale ressaltar que alguns torneios quase atenderam as exigências do Conselho Feminino da CBSk, mas falharam em um ou outro requesito. Lembrando que não vale os torneios que não divulgarem se oferecem Feminino 1 e/ou Feminino 2 tanto pelos cartazes quanto pelos textos nos sites/revistas.
Foram eles:

- 2.a etapa do Circuito Maremoto em Barretos (SP): divulgou no cartaz o Feminino 1, mas não fez menção nos textos enviados para a imprensa;
- 2.a etapa do Circuito Pinda Consciente em Pindamonhangaba (SP): não divulgou no cartaz, mas fez menção nos textos enviados para a imprensa que ofereceria o Feminino 2;
- A Toca & Fort em Santos (SP): trocou as regras do Feminino 1 tornando a categoria com skatistas inexperientes e o Feminino 2 com as mais experientes em competições.

Após uma minuciosa avaliação das demais competições, as selecionadas foram:

- Circuito Sampa Skate em São Paulo (SP) com até agora 06 etapas realizadas que ofereceram as categorias Feminino 1 e Feminino 2;
- Campeonato Finn Read em Caxambu (MG) que ofereceu Feminino 1 e Feminino 2;
- 3.o Campeonato de Skate de Olímpia (SP) que ofereceu Feminino 1;
- Seletiva piauiense da Copa Nordeste Myllys em Timon (MA) que ofereceu Feminino 2;
- 1.a etapa do Circuito Pinda Consciente em Pindamonhangaba (SP) que ofereceu Feminino 2.

Como não haviam skategirls presentes que participaram destes campeonatos, deixamos para qualificar as estrelas na próxima reunião deste conselho que acontecerá neste sábado, 31 de Outubro, na Praça Roosevelt em São Paulo, logo após o termino do CONSbo Skateparameninas.
Esperamos poder contar com o máximo de garotas presentes e assim contribuir com a evolução das categorias femininas no Brasil.
-----------------------------------------------

A proxima reunião vai acontecer amanha (31/10/2009) após o evento da Converse Skate para meninas na praça Roosevelt. Esta reunião vai decidir o peso de cada campeonato valido para o Bolsa Atleta.


Tat Marques

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
Ocorreu um erro neste gadget