29 setembro, 2008

Caminhando com as próprias pernas



Em junho de 2000, aos 18 anos, o jovem Paulo Eduardo Chieffi Aagaard começou a encarar o maior desafio de sua vida. Pauê, apelido que ganhou da avó materna, teve as duas pernas amputadas após ser atropelado por um trem, quando atravessava uma linha férrea desativada em São Vicente, litoral de São Paulo. De uma hora para outra, quando estava a caminho da academia, o rapaz cheio de vida e praticante de diversos esportes precisou escolher entre se entregar a dor física e espiritual ou lutar para viver com dignidade e continuar fazendo o que mais gostava. Felizmente, ele escolheu não se entregar.

Hoje, oito anos depois do acidente, a Realejo Livros e Edições, lança Caminhando com as próprias pernas, livro em que o autor narra todo as etapas que precisou encarar nesse período. Histórias de sua infância, as dificuldades e a necessidade de aceitar a nova condição e a vontade de seguir por um caminho de vitórias no esporte. Tudo está presente na obra, que tem prefácio de Gabriel o Pensador, amigo e confesso admirador da fibra e da determinação de Pauê.

A força da família, dos amigos e até de desconhecidos foi fundamental para que ele vencesse obstáculos em busca de conquistas pessoais e crescimento profissional. Praticante de surf desde criança, Pauê voltou a se dedicar ao esporte tão logo quanto pôde. Em pouco tempo já mostrava toda a sua raça e qualidade. Tornou-se campeão mundial e pentacampeão do Troféu Brasil de Triathlon, bronze no Pan-Americano, além de ter, com muito orgulho, o título de primeiro surfista e triatleta bi-amputado do mundo.

O título do livro é retirado da frase que Pauê usa para resumir o que precisou fazer de sua vida depois do acidente. Recheado não só com seu drama pessoal, a publicação também contém passagens bem humoradas que se passam com o autor. Tanto antes quanto depois do acidente.

Há uma linha de tempo que ao longo dos capítulos conduz o leitor a episódios da vida de Pauê, para passar com clareza e fidelidade suas experiências de aprendizado, mudança e superação. Caminhando com as próprias pernas é mais do que um livro, é a história de vida de alguém que tinha tudo para abdicar de seus sonhos, e que ao invés disso, preferiu encarar a vida de frente, sorrir e batalhar.

Sobre o autor:

Pauê tem 26 anos, é santista. Sempre foi esportista, e sua relação com esse universo ficou ainda mais forte após o acidente. Voltou a surfar (prática que traz da infância) e conheceu uma modalidade nova, o Triathlon.

Tornou-se campeão mundial de Triathlon, pentacampeão do Troféu Brasil de Triathlon, foi bronze no Pan-Americano, além de ter se tornado o primeiro e único surfista bi-amputado do mundo.

Atualmente também realiza palestras pelo país sobre "Superação de Desafios", tendo passado por mais de 100 multinacionais nos últimos três anos.

Torna-se, no final de 2008, bacharel em fisioterapia pela Universidade Monte Serrat – Unimonte, de Santos. Conquistou inúmeros prêmios, sendo o mais importante concedido pelas Organizações Globo, o "Prêmio Faz a Diferença", no ano de 2006.

Sobre a Realejo Livros e Edições: A Realejo nasceu como livraria, em 2001, dentro da Universidade Católica de Santos. Em 2006, já consolidada e de casa nova, com uma loja no centro do Gonzaga, estreou no mercado de editoras com o livro Bombas de Alegria, do ex-jogador José Macia, o Pepe. Em menos de dois anos, já possui mais de dez títulos que abordam temas como História, futebol, crônicas e literatura.

Caminhando com as próprias pernas
Paulo Eduardo Chieffi Aagaard (Pauê)
Brochura 148 páginas
16 cm x 23 cm
Tiragem: 3.000 exemplares

Serviço:
Lançamento do livro: Caminhando com as próprias pernas - Pauê
Data: 14 de Outubro de 2008 a partir das 19h00
Local: SESC Santos - SP
Endereço: Rua Conselheiro Ribas 136
Fones: (13) 3278-9800 e 3289-4935

Divulgação: Marcos Bollmann
Fones: (41) 9177-2000 e 3081-2051

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
Ocorreu um erro neste gadget